21 de set de 2008

Tales Of Ordinary Madness - Warren Haynes

Falar da excelência de Warren Haynes é "chover no molhado". Considerado pela revista Rolling Stone como o 23º melhor guitarrista de todos os tempos, o guitarrista americano dispensa apresentações.
Fazendo parte do Allman Brothers, paralelamente Haynes formou o Gov't Mule, uma das melhores bandas de blues-rock surgida nos últimos tempos.
Mesmo com tudo dando certo em sua carreira, Warren Haynes buscava fazer um trabalho solo e em 1993 gravou o álbum "Tales of Ordinary Madness", onde contou com a ajuda de Chuck Leavell (Rolling Stones / Eric Clapton) e Bernie Worrell (P-Funk) nos teclados. O disco, que é o único trabalho solo de estúdio do músico, traz uma mescla de ambas as bandas das quais Warren participa, mas mesmo assim soa personalíssimo e não tem como ser diferente. Além de maravilhoso guitarrista ele possui uma voz e uma interpretação que calam fundo na alma.
Ouvir um disco com Warren Haynes é sempre mergulhar na emoção.

Faixas:
01.Fire In The Kitchen
02.Kiss Tomorrow Goodbye
03.Movers And Shakers
04.I'll Be The One
05.Blue Radio
06.Invisible
07.Sister Justice
08.Angel City
09.Tattoos And Cigaretts
10.Power And The Glory
11.Broken Promised Land

Músicos:
Personnel Michael Rhodes - bass, fretless bass
Chuck Leavell - piano, Hammond B-3 organ, keyboards
Greg Morrow - drums
Warren Haynes - vocals, guitar
Marc Quinones - percussion
Johnny Neel - Wurlitzer piano, Hammond B-3 organ
Randall Bramblett - saxophone
Jeff Young - organ
Steve Holly
Alfreda Gerald
Lincoln Schleifer
Also: Bernie Worrell

http://lix.in/93405d


por Giulianella Furlan

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...