30 de jun de 2008

Eric Clapton e Keith Richards - Blood Brother (ao vivo no Hitz em Nova York,novembro de 1986)O que dizer de um disco como esse...Eric Clapton e Keith Richards,só posso falar pra voces conferirem e se divertirem...é um piratão gravado no Hitz em NY,mas foi remasterizado não sei por quem(até sei,mas deu preguiça de escrever) e a qualidade tá show de bola!!!
Faixas:
01 - Crossroads
02 - White Room
03 - I Shot The Sheriff
04 - Wanna Make Love To You
05 - It's In The Way You Use It
06 - Run
07 - Miss You
08 - Same Old Blues
09 - Tearing Us Apart
10 - Holy Mother
11 - Badge
12 - Let It Rain
13 - Cocaine (Feat. Keith Richards)
14 - Layla (Feat. Keith Richards)
15 - Sunshine Of Your Love
16 - Further On Up The Road
http://rapidshare.de/files/39876474/Eric_Clapton_e_Keith_Richards_-_Blood_Brothers_-by_Lets_Rock.rar.html

29 de jun de 2008

Roger Waters e Eric Clapton - Thanks for the Ride -Live In Stockholm

Roger Waters apresentou ao Pink Floyd, em 1978 dois projetos: “The Pros & Cons of Hitch Hiking”e “The Wall”. Os dois projetos conceituais, escritos por ele, que inclusive já tinha várias melodias e letras prontas. A banda decidiu por “The Wall” (embora o empresário Steve O’Rourke tivesse preferido o “Pros And Cons”). No fim, ficou decidido que “The Wall” seria desenvolvido como um disco do Pink Floyd, deixando “Pros and Cons” guardado para um posterior álbum solo de Roger Waters.Roger Waters escreveu especificamente para as duas peças. O disco ainda contém algumareferência do “The Final Cut”, que na verdade é feito de sobras do “The Wall”. Após agravação de “The Final Cut”, roger Waters já estava no meio do processo de gravação de“The Pros and Cons”, que ocorreu de Fevereiro à Dezembro de 1983. (Lançado oficialmente em Maio de 1984).Alguns notáveis assistiram Roger Waters na gravação do disco, como é o caso de MichaelKamen (arranjos, orquestra e piano, além de co-produzir o disco), o ator Jack Palance, o saxofonista David Sanborn e a lenda da guitarra: Eric Clapton!Em 1984, Waters entrou em turnê para promover o disco “The Pros and Cons”, com Eric Clapton ,e teve todos os ingressos esgotados em todos as apresentações. A primeira parte do show consistia em canções do Pink Floyd, e a segunda parte era dedicada inteiramente à execução do disco na íntegra. Clapton saiu da turnê no meio, durante os shows canadenses.Estou postando aquí um registro dessa turnê em um show em Estocolmo...recomendo!!!Faixas:
DISCO 1:
01 - Set The Controls For The Heart Of The Sun
02 - Money
03 - If
04 - Welcome To The Machine
05 - Have A Cigar
06 - Wish You Were Here
07 - Pigs On The Wing
08 - In The Flesh
09 - Nobody Home
10 - Hey You
DISCO 2:
01 - The Gunners Dream
02 - Apparently They Were Traveling Abroad
03 - Running Shoes
04 - Arabs With Knives & West German Skies
05 - For The First Time Today (Part 2)
06 - Sexual Revolution
07 - The Remains Of Our Love
08 - Go Fishing
09 - For The First Time Today (Part 1)
10 - Dunroamin' , Duncarin' , Dunlivin'
11 - The Pros & Cons Of Hitch Hiking
12 - Every Stranger Eyes
13 - The Moment Of Clarity
14 - Brain Damage
Formação:
Roger Waters - vocal
Eric Clapton - Guitarra
Mel Collins - Saxofon
Michael Kamen - Teclados
Andy Newmark - Bateria
Chris Stainton - Teclados,Guitarra
Tim Renwick - Guitarra
Doreen Chanter y Katie Kassoon - backing vocals

27 de jun de 2008

Guitar Boogie, 1971, Jimmy Page , Eric Clapton e Jeff Beck


Guitar Boogie é uma coletânea de blues com Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page, com crédito adicional a The Allstars.A maior parte de canções neste álbum foram escritas por Eric Clapton, Jeff Beck ou Jimmy Page.Guitar Boogie é um lançamento raro de 1971 da British Archives series...blues instrumental de primeira!
Faixas:
1 - Choker (Eric Clapton & Jimmy Page)
2 - Snake Drive (Eric Clapton)
3 - Draggin' My Tail (Eric Clapton & Jimmy Page)
4 - Steelin' (The All Stars & Jeff Beck)
5 - Freight Loader (Eric Clapton & Jimmy Page)
6 - West Coast Idea (Eric Clapton)
7 - L.A. Breakdown (The All Stars & Jimmy Page)
8 - Down In The Boots (The All Stars & Jimmy Page)
9 - Chuckles (The All Stars & Jeff Beck)
10- Tribute To Elmore (Eric Clapton)
senha:noquarteer

The Yardbirds - Blue Eyed Blues (Eric Clapton, Jeff Beck, Jimmy Page) 1973.

Este é um disco básico para quem quer entender a história do rock britânico...dessa banda, surgiram o Renaissance e o Led Zeppelin, bem como Jeff Beck e Eric Clapton...e o disco ainda tem Glyn Johns e Charlie Watts...Faixas:
1-23 Hours Too Long
2-Out On The Water Coast
3-Five Long Years
4-I Ain't Got You
5-Good Morning Little Schoolgirl
6-Little Red Rooster (Rehearsal)
7-Little Red Rooster
8-Highway 49
9-Wang-Dang-Doodle
10-I'm A Man(Bo Diddley)
11-Jeff's Blues
12-I See A Man Downstairs

26 de jun de 2008

Tygers of Pan Tang - Spellbound

Bandaça bem na linha de Thin Lizzy. Foi responsável pelo surgimento do guitarrista John Sykes que tocou no excelente disco Spellbound, o segundo da carreira do Tygers. Depois Sykes formaria o Blue Murder e participaria do próprio Thin Lizzy e do Whitesnake. A banda acabou prematuramente; tinha grande potencial, mas deixou-nos grandes legados como esse, Spellbound. O vocalista original Jess Cox hoje é um dos diretores da grande gravadora inglesa Neat Records e responsável pelo relançamento de toda a discografia de sua ex-banda recheada de faixas bônus.
Faixas:
1. Gangland
2. Take It
3. Minotaur
4. Hellbound
5. Mirror
6. Silver And Gold
7. Tyger Bay
8. Story So Far, The
9. Blackjack
10. Don't Stop By
11. All Or Nothing
12. Don't Give A Damn
13. Bad Times
14. It Ain't Easy
15. Don't Take Nothing

25 de jun de 2008

Birth Control - 3 Álbuns

Birth Control foram uma banda progressiva alemã formada em 1968, com Reinhold Sobotta (órgão), Bernd Koschmidder (baixo), Rolf Gurra (sax, vocais) e Egon Balder (bateria). O nome da banda foi uma reação contra a declaração do Papa, falando que os contraceptivos eram um pecado. Nos primeiros tempos eles fizeram algumas versões covers de instrumental jazz-rock de Brian Auger, Graham Bond, etc. Depois eles se expandiram com guitarras, vocais e trumpetes. Seu primeiro single, “October”, par com “Freedom”, foi realizado em Amadeo, em 1969. Depois de algumas mudanças pessoais, o grupo consistiu de Koschmidder, Sobotta, Bruno Frenzel (guitarra) e Bernd Noske (vocais, bateria) por todo esse ano. Esse line-up fez um album pelo Metronome, feito em uma capa redonda, imitando uma caixa de anticoncepcionais. Esse foi o primeiro de uma série de, pelo menos para a maioria das pessoas, provocadores formatos de covers. A música ainda era muito baseada em jazz-rock (particularmente o material composto por Sobotta), mas os novos membros quebraram essas influências (principalmente nos materiais compostos por Bruno Frenzel). O álbum tambem tinha uma versão cover do The Doors - Light my Fire. Foi um trabalho de qualidade média, faltando ainda um bocado de experiência musical e sofrendo com uma produção um tanto fraca. O álbum seguinte, “Operation” teve grandes mudanças. Vou postar aquí o "Operation"(1971),o "Rebirth" (1973) e o "Count on Dracula" (1980).

Faixas:
1. Stop little lady (7:16)
2. Just before the sun will rise (7:35)
3. The work is done (5:56)
4. Flesh and blood (3:27)
5. Pandemonium (6:34)
6. Let us do it now (11:09)
http://rs26.rapidshare.com/files/18589894/bc71.rar


Faixas:
1. She's got nothing on you (5:04)
2. Mister Hero (6:42)
3. Grandjeanville (1:03)
4. No shade is real (4:41)
5. M.P.C. (1:56)
6. Together alone tonight (10:28)
7. Back from hell (8:08)
http://rapidshare.com/files/100288433/BIR.rar.html



Faixas:
1. Count on Dracula (6:16)
2. The rescue - sometimes in the future (6:37)
3. Sad fan (6:27)
4. Pick on me (6:25)
5. Caterpillar (5:07)
6. Limelight (3:52)
7. Witchhunters (4:05)
http://rapidshare.com/files/62164947/Birth_Control-Count_On_Dracula-1980.rar

23 de jun de 2008

Dio Jams & Rarities - 2008

Estava dando uma volta na internet e achei em um site gringo este post como sou fanzaço do Dio e gosto desses lances de rarities baixei e postei aquí,mas depois de mais rolezinho percebí pra minha surpresa que o post na realidade era de um blog nacional mesmo o http://hardheavyold.blogspot.com/ do Dagon...deixei lá um comentário explicando a situação pra ele e troquei a capa usando essa que foi a filha dele que fez...por sinal de muito bom gosto,agora nada mais justo do que transcrever a resenha do próprio autor da coletânea...então aí vai,palavras do Dagon:"...trago pra vocês um presente feito por mim mesmo, quem me conhece sabe que sou um fã inveterado de Ronnie James Dio, para mim ele até agora foi,é, e sempre será o melhor vocalista da face da terra, acho impossível alguém superar esse baixinho, o cara ta até hoje ai dando a sua arte para todos no alto de seus 70 e poucos anos, isso ai não é bootleg não, eu mesmo fiz a seleção e minha filha fez a capa, é uma compilação de jams que nosso camarada Dio fez ao lado de grandes nomes da música ou até mesmo de artistas desconhecidos, não tem todas ai é claro, também não posso fazer milagre, hehe, mas vale super a pena ouvir do Dio aquilo que nunca saiu em CD próprio tocando no mesmo CD..."Faixas:
01. Ronnie James Dio & Alice Cooper - Welcome To My Nightmare
02. Ronnie James Dio & Various - Hear 'N Aid - Stars
03. Ronnie James Dio & Deep Purple - Sitting In A Dream
04. Ronnie James Dio & Deep Purple - Smoke On The Water
05. Ronnie James Dio & Deep Purple- Fever Dreams
06. Ronnie James Dio & Deep Purple - Love Is All
07. Ronnie James Dio & Yngwie Malmsteen - Gates of Babylon
08. Ronnie James Dio & Yngwie Malmsteen - Dream On
09. Ronnie James Dio & Roger Glover And Guests - Sitting in A Dream
10. Ronnie James Dio & Roger Glover And Guests - Love is all
11. Ronnie James Dio & Roger Glover And Guests- Homeward
12. Ronnie James Dio & Bruce Dickinson / Nicko McBrain - Rainbow in the Dark 13. Ronnie James Dio & Bruce Dickinson / Nicko McBrain - Man On The Silver Montain / Long Live Rock' n 'Roll
14. Ronnie James Dio & Kerry Livgren - Mask Of The Great Deceiver
15. Ronnie James Dio & Kerry Livgren - To Live For The King
16. Ronnie James Dio & Munetaka Higuchi With Dream Castle - What Cost War 17. Ronnie James Dio & Elf - Behind Blue Eyes - By The Who
18. Ronnie James Dio & Quensryche - The Chase
19. Ronnie James Dio & Kickapoo whit Meat Loaf - Tenacious D
20. Ronnie James Dio & Rob Halford & Yngwie Malmsteen - Mr Crowley

The Doors : Perception (6 CD Box Set)

Lançado em 2007, para comemorar os quarenta anos do The Doors, este Box Set traz todos os álbuns de estúdio da era Jim Morrison. Além disso, material nunca antes editado e algumas raridades, tudo remasterizado e remixado.E a caixa é coisa finíssima, de madeira com trancas de metal!DISC 1: THE DOORS
01 - Break On Through (To the Other Side)
02 - Soul Kitchen
03 - The Crystal Ship
04 - Twentieth Century Fox
05 - Alabama Song (Whisky Bar)
06 - Light My Fire
07 - Back Door Man
08 - I Looked At You
09 - End Of the Night
10 - Take It As It Comes
11 - The End
12 - Moonlight Drive (Version 1) (bonus)
13 - Moonlight Drive (Version 2) (bonus)
14 - Indian Summer (8.19.66 Vocal) (bonus)
DISC 2: STRANGE DAYS
01 - Strange Days
02 - You're Lost Little Girl
03 - Love Me Two Times
04 - Unhappy Girl
05 - Horse Lattitudes
06 - Moonlight Drive
07 - People Are Strange
08 - My Eyes Have Seen You
09 - I Can't See Your Face In My Mind
10 - When the Music's Over
11 - People Are Strange (False Starts & Studio Dialogue) (bonus)
12 - Love Me Two Times (Take 3) (bonus)

DISC 3: WAITING FOR THE SUN
01 - Hello, I Love You
02 - Love Street
03 - Not To Touch the Earth
04 - Summer's Almost Gone
05 - Wintertime Love
06 - The Unknown Soldier
07 - Spanish Caravan
08 - My Wild Love
09 - We Could Be So Good Together
10 - Yes, the River Knows
11 - Five To One
12 - Albinoni's Adagio In G Minor (bonus)
13 - Not To Touch the Earth (Dialogue) (bonus)
14 - Not To Touch the Earth (Take 1) (bonus)
15 - Not To Touch the Earth (Take 2) (bonus)
16 - Celebration Of the Lizard (An Experiment Work In Progress) (bonus)
DISC 4: THE SOFT PARADE
01 - Tell All the People
02 - Touch Me
03 - Shaman's Blues
04 - Do It
05 - Easy Ride
06 - Wild Child
07 - Runnin' Blue
08 - Wishful Sinful
09 - The Soft Parade
10 - Who Scared You (bonus)
11 - Whiskey, Mystics and Men (Version 1) (bonus)
12 - Whiskey, Mystics and Men (Version 2) (bonus)
13 - Push Push (bonus)
14 - Touch Me (Dialogue) (bonus)
15 - Touch Me (Take 3) (bonus)

DISC 5: MORRISON HOTEL
01 - Roadhouse Blues
02 - Waiting For the Sun
03 - You Make Me Real
04 - Peace Frog
05 - Blue Sunday
06 - Ship Of Fools
07 - Land Ho
08 - The Spy
09 - Queen Of the Highway
10 - Indian Summer
11 - Maggie M'Gill
12 - Talking Blues (bonus)
13 - Roadhouse Blues (11.4.69, Takes 1-3) (bonus)
14 - Roadhouse Blues (11.4.69, Take 6) (bonus)
15 - Carol (11.4.69) (bonus)
16 - Roadhouse Blues (11.5.69, Take 1) (bonus)
17 - Money Beats the Soul (11.5.69) (bonus)
18 - Roadhouse Blues (11.5.69, Takes 13-15) (bonus)
19 - Peace Frog (False Starts & Dialogue) (bonus)
20 - The Spy (Version 2) (bonus)
21 - Queen Of the Highway (Jazz Version) (bonus)

DISC 6: L.A. WOMAN
01 - The Changeling
02 - Love Her Madly
03 - Been Down So Long
04 - Cars Hiss By My Window
05 - L.A. Woman
06 - L'America
07 - Hyacinth House
08 - Crawling King Snake
09 - The WASP (Texas Radio and the Big Beat)
10 - Riders On the Storm
11 - Orange County Suite (bonus)
12 - (You Need Meat) Don't Go No Further (bonus)

22 de jun de 2008

Orang-Utan

Há pouquíssimas informações sobre a banda britânica Orang-Utan que teve seu álbum lançado apenas nos Estados Unidos em 1970 (desconheço a existência de quaisquer outros álbuns).A maior parte das músicas foi composta pelo baterista Jeff Seopardie. As músicas tem excelentes riffs de guitarra e vocais poderosos. Algo interessante a se mencionar é que o vocalista Nobby Clark tinha apenas um pulmão!A banda faz um excelente hard rock com pitadas de psicodelismo.Vale a pena conhecer este trabalho.
por:Giulianella Furlan
Faixas:
01.I Can See Inside Your Head
02.Slipping Away
03.Love Queen
04.Chocolate Piano
05.If You Leave
06.Fly me High
07.Country Hike
08.Magic Playground
Formação:
Jeff Seopardie (bateria)
Paul Roberts (baixo)
Sid Fairman (guitarra)
Mick Clarke (guitarra)
Nobby Clark (vocais)

Discos que me influenciaram

A idéia desse post é mostrar alguns plays que marcaram minha vida.... a coisa é
assumidamente pessoal,não tenho a pretenção com isto estabelecer "verdades absolutas", mas apenas demonstrar um pouco de meu "histórico roqueiro"...

1. Black Sabbath – Paranoid Foi o primeiro disco do grupo que comprei, marcou pelo peso do disco, os "riffs" impressionantes de Iommy.O disco já começa com "War Pigs", isso que é música, e depois nada mais que a faixa-título: "PARANOID". Eu desconheço um ser vivo que nunca tenha ouvido essa música...enfim o bom e velho Black Sabbath.
http://isohunt.com/torrent_details/44783933/Black+Sabbath+Paranoid?tab=summary

2.Led Zeppelin – IVO que dizer do quarto álbum do Zeppelin? Bom, esse é o famoso disco que traz “Stairway To Heaven” e a música “Rock ’n’ Roll”, outras duas campeãs de “repeat” do meu som logo que entrei na adolescência. Ok, ok, sei que é super clichê falar que gosta de “Stairway To Heaven”, mas eu não estou nem aí e reassumo que essa música foi fundamental para mim. Ao mesmo tempo em que ela é triste (pela sua letra e também pelos arranjos do começo), também tem uma
virada sensacional da metade para frente até explodir em um solo melancólico e introspectivo, na linha que uma seqüência de notas vale mais do que mil palavras, ok,a escolha mais clichê em se
tratando de Led Zeppelin. Embora ame o punch do “II”, este aqui é o que contém os maiores clássicos da banda. E por isso fica como representante do legado imensurável destes magos britânicos.

3.Deep Purple Made in JapanSempre gostei de ao vivo,e pra minha sorte esse foi o primeiro que ouví,e realmente não é exagero nenhum considerar “Made In Japan” como um dos maiores discos ao vivo da história do rock. Tanto é que existe um volumoso número de pessoas que vai mais longe, dizendo não ser esse “um dos
melhores” ao vivo, mas “o melhor” álbum ao vivo da história do rock. Opiniões à parte, o fato é que esse registro mostra o Deep Purple no auge de sua forma técnica e criativa, fato que pode ser verificado até mesmo nas várias improvisações que a banda faz no decorrer do disco.

4.Rainbow - On StageNa esteira do Purple, vim a descobrir o Rainbow,consegui emprestado o ao vivo “On Stage”. Vim a conhecer um Blackmore mais maduro, mais melódico, mas ainda arrebentando nos improvisos, e contando com a ajuda mais do que especial do mestre Cozy Powell,e do Dio, em sua melhor fase.
Como já devem ter percebido, tenho um (grande) fraco por discos ao vivo, onde quem é fera de fato faz a diferença e mostra a que veio.

5.Whitesnake-Live in the Heart of the CityMais um ao vivo...e também veio na sequência da descoberta do Purple,um duplo que capta a banda em plena forma,com um Coverdale já maduro e ainda sem se render ao mercado americano e contando com Ian Paice e Jon Lord e músicas excelentes esse play quase furou de tanto que tocou em casa.

6.Rush – Exit... Stage LeftO Rush talvez tenha sido, na época, a banda que mais abriu minha cabeça para o que era música. A variedade das composições, a musicalidade, o instrumental, tudo me fascinava. E ainda me fascina.

7.Jethro Tull – Aqualung O Jethro foi a primeira banda que me fez prestar maior atenção nas letras. E se o Aqualung não fizer você pensar, dificilmente algum outro vai fazer.

8.AC/DC – Let There Be RockHard rock visceral. Bruto, provocante, pegajoso e convidativo, como todos do AC/DC. Banda seminal, carreira brilhante, ídolos de todo bom rocker. Angus Young, este possesso “riff maker”.
Bon Scott, ah! Bon Scott. Muito pouco o que se dizer, apenas ponha “Let There Be Rock” no som e deixe a música falar por si.
http://isohunt.com/torrent_details/42580726/AC%2FDC+Let+There+Be+Rock?tab=summary

9.Kiss - Creatures of the nightQuando ouví "Love it loud",pirei e fui atrás do disco que a continha. Nele descobri outros clássicos: "Creatures of the night", "I still love you", "Killer" e "War machine". O estrago estava feito, o roquenrol já estava no sangue e ali ficaria para o resto da minha vida. O Kiss – com esse disco em particular – acabou moldando o meu gosto musical e me salvando da mediocridade das FMs da vida!http://isohunt.com/torrent_details/16285647/Kiss+Creatures+of+the+night?tab=summary

10. Iron Maiden - Live after death Aquela caveira saindo de um túmulo me chamou a atenção e resolvi comprar aquele disco duplo ao vivo que tinha acabado de sair.
O discurso de Churchill no ínicio já me deixava arrepiado e "Aces
high" se encaixava perfeitamente com ele. Com a banda no auge da forma e emendando um clássico atrás do outro, não havia como não curtir o disco, certamente um dos que mais ouvi na vida. Quem diria que alguns anos depois eu teria oportunidade de ouvi-lo praticamente inteiro ao vivo!
http://isohunt.com/torrent_details/42906984/Iron+Maiden+Live+after+death?tab=summary

Obs.: Os discos não seguem uma ordem cronológica ou de preferência.
E postei apenas 10,mas é uma lista que poderia ter mais uns 30 discos.
Os links dos discos estão em arquivo torrent.

21 de jun de 2008

Deep Purple MkIV Live In Miami-76 (2 CD - Completo & remasterizado)

Depois da saída de Blackmore,na primeira semana de junho de 1975 a imprensa era informada que o Deep Purple estava completo novamente.Tommy Bolin era o novo guitarrista,a banda entar em estúdio e até o final de julho trabalharam pesado, compondo e ensaiando o novo material, seguindo no início de agosto para o Musicland Studios em Munique (ALE), onde gravam Come Taste The Band, com 9 faixas, 7 delas co-escrita por Tommy Bolin.Em setembro retornaram a Los Angeles onde começam a ensaiar a nova turnê,esse show é da turnê americana de 1976,onde privilegiaram as músicas do Come Taste...Dealer (não mostrada ao vivo em mais de 5 oportunidades), também chegoua fazer parte do set na parte americana da turnê, 100% do álbum foi mostrado ao vivo numa mesma turnê, fato até então inédito na carreira da banda. Isto sem contar com os clássicos obrigatórios:Burn, Highway Star, Stormbringer, Smoke On The Water, Lazy, entre outros, e até mesmo sons do primeiro disco solo de Bolin (Teaser) - Wild dogs e Homeward Strut (nunca tocadas juntas numa única apresentação).Aqui está uma apresentacão de fevereiro de 76,a banda passaria por vários problemas entre Hugges e Bolin,sendo que este último veio a falecer em Dezembro desse mesmo ano,de overnight. Faixas:
cd1
01 Burn
02 Lady Luck
03 Gettin' Tighter-You Gotta Dance To The Rock'n'roll
04 Love Child
05 Smoke On The Water-Georgia On My Mind
06 Jon Lord solo-Lazy-Ian Paice solo

cd2
01 Homeward Strut
02 This Time Around-Owed To G
03 Tommy Bolin's Solo
04 Dealer
05 Stormbringer
06 Going Down_Highway Star

Black Sabbath live in Hartford Civic Center 1980

Essa é a melhor versão do show Heaven and Hell.
Faixas:
01. Introduction
02. War Pigs
03. Neon Knights
04. N.I.B.
05. Children Of The Sea
06. Sweet Leaf
07. Black Sabbath
08. Heaven And Hell
09. Iron Man
10. Jam
11. Die Young
12. Paranoid
13. Children Of The Grave
Ronnie James Dio - vocals
Tony Iommi - guitar
Bill Ward - drums
Geezer Butler - bass

Rainbow - Chicago 78 Remastered

Show gravado no Chicago International Amphitheater no dia 2 de julho de 1978,com sua melhor formação contava com 3 lendas: Ritchie Blackmore na guitarra, Cozy Powell (RIP) na bateria e no vocal Ronnie James Dio...tinha ainda com Bob Daisley no baixo e David Stone nos teclados.
Faixas:
Over the Rainbow
Kill the King
Mistreated
Long Live Rock and roll
Man on the silver mountain
Blues - Night People
Still I'm Sad
Beethoven's Ninth
Still I'm Sad (reprise)

Coverdale/Page

Álbum gravado em 1993 e único fruto da breve união desses 2 grandes nomes do rock nos anos 70.
Faixas:
01. Shake My Tree
02. Waiting on You
03. Take Me for a Little While
04. Pride and Joy
05. Over Now
06. Feeling Hot
07. Easy Does It
08. Take a Look at Yourself
09. Don't Leave Me This Way
10. Absolution Blues

Coverdale / Page - Rehearsals 1993


Gravado ao vivo em Londres o set list é uma mistura de Coverdale/Page, Whitesnake e Led Zeppelin ,que contava com Jimmy Page matador na guitarra,David Coverdale nos vocais e ainda Denny Carmassi na bateria,Guy Pratt no baixo e Brett Tuggle nos teclados...com o perdão da palavra...um puta show!!!
Disco 1
Absolution Blues
Slide It In
Rock And Roll
Over Now
Kashmir
Take A Look At Yourself
Pride 'n' Joy
Take Me For A Little While
In My Time Of Dying

Disco 2
Here I Go Again
Don't Leave Me This Way
Feelin' Hot
Still Of The Night
Whisper A Prayer
Black Dog
Shake My Tree

19 de jun de 2008

Led Zeppelin -O2 Arena- Dezembro de 2007

O aguardado concerto do Led Zeppelin na O2 Arena de Londres em dezembro de 2007,foi um enorme sucesso. Um set list com 16 canções fez a alegria dos fãs que aguardavam há 19 anos por um retorno aos palcos da banda composta por Robert Plant, Jimmy Page e John Paul Jones (acompanhados em palco por Jason, filho do falecido baterista John Bonham).
O concerto esteve inserido num show tributo a Ahmet Ertegun, fundador da Atlantic Records e um dos impulsionadores da carreira da banda nos anos 70. Mais de nove milhões de pessoas teriam tentado adquirir o ingresso, mas só 18 mil tiveram o privilégio de assistir ao vivo ao concerto (entre as quais se encontravam Paul McCartney, Mick Jagger, Marilyn Manson, Dave Grohl, o Oasis e o Arctic Monkeys, entre outras caras conhecidas).
O concerto de duas horas começou às 21h00 e contemplou todos os grandes êxitos da banda: “Whole Lotta Love“, “Stairway to Heaven” e o muito celebrado “Kashmir“. A banda tinha prometido e cumpriu: tocou pela primeira vez ao vivo a canção “For Your Life“, do álbum Presence , de 1976. Pouco falador, segundo o NME, Robert Plant abriu a boca basicamente para falar sobre Ertegun e para apresentar a banda. O set list completo do concerto foi o seguinte:
“Good Times Bad Times”
“Ramble On”
“Black Dog”
“In My Time of Dying”
“For Your Life”
“Trampled Under Foot”
“Nobody’s Fault But Mine”
“No Quarter”
“Since I’ve Been Loving You”
“Dazed and Confused”
“Stairway to Heaven”
“The Song Remains the Same”
“Misty Mountain Hop”
“Kashmir”
“Whole Lotta Love”
“Rock And Roll”

16 de jun de 2008

Stevie Ray Vaughan - 1st Unreleased Album

1978 Unreleased Album gravado em Nashville no Jack Clemont’s Belmont Studio estreando Miss Lou Ann Barton .
Esse é o lendário primeiro álbum perdido de Stevie Ray Vaughan,depois de ter todas as gravações destruidas por brigas contratuais(alguém consegiu recuperar esse e somos agradecidos por isso) e já contava com quatro canções que apareceriam depois no Texas Flood...por ser uma gravação pequena,os produtores acrescentaram um soundboard com Lou Ann Barton e três faixas que apresentam Johnni No em saxofone.
Faixas:
01. You Can Have My Husband (Lou Ann vocal)
02. Rude Mood
03. Pride And Joy (Stevie vocal)
04. Oh, Yeah (Lou Ann vocal)
05. Love Struck Baby (Stevie vocal)
06. Ti-Ni-Nee-Ni-Nu ("Tina Nina Nu", Lou Ann vocal)
07. Gonna Miss Me ("Empty Arms", Stevie vocal)
08. I Wonder Why ("Will My Man Be Home Tonight?" > Lou Ann vocal, Stevie slide guitar)
09. I'm Crying ("I'm Crying", Stevie vocal)
10. Sugar Coated Loving ("Sugar Coated Love", Lou Ann vocal)
11. Natural Born Lover
12. Ti-Ni-Nee-Ni-Nu ("Tina Nina Nu" )
13. Scratch My Back
14. I'll Change
15. Shake A Hand, Shake A Hand
16. Oh Baby
17. Sugar Coated Love
18. Love In Vain
19. You Can Have My Husband (starts off with "So Excited" )
20. My Baby's Gone ("Oh Yeah" )

15 de jun de 2008

JIMI HENDRIX EXPERIENCE: PARIS 1967/SAN FRANCISCO 1968

CD contendo material absolutamente inédito, mesmo entre os colecionadores de JIMI HENDRIX, pois nunca foi editado anteriormente em nenhum bootleg e sequer circula entre os "tape traders": trata-se do "Paris 1967/San Francisco 1968", que traz trechos de dois concertos do lendário guitarrista, um realizado em outubro de 1967 no The Olympia Theater em Paris, na França, e outro com faixas registradas no Fillmore de São Francisco em fevereiro de 1968 - incluindo uma versão inédita de "Dear Mr.Fantasy", releitura do clássico do TRAFFIC.mais info...http://www.daggerrecords.com/disc6music.html
Live At The Olympia Theater, Paris, France, October 9, 1967
1-Stone Free
2-Hey Joe
3-Fire
4-Rock Me Baby
5-Red House
6-Purple Haze
7-Wild Thing Live At The Winterland Ballroom,
San Francisco, CA. February 4, 1968
1-Killing Floor
2-Red House
3-Catfish Blues
4-Dear Mr. Fantasy (Part 1)
5-Dear Mr. Fantasy (Part 2)

Motorhead - Essencial Noize


Com seu peso e velocidade,o Motorhead influênciou muitas bandas de heavy metal, especialmente de thrash metal, punk rock e hardcore. Foi formada em 1975 pelo vocalista e baixista Lemmy Kilmister.Agressivo,anti-social e heavy metal extremamente pesado essa coletânea do Motorhead inclui clássicos com Ace of Spades,Overkill ,Bomber, Killed by Death entre outras...harder,louder and faster...essencial para qualquer fã de metal que se respeite!
Faixas:
1. Overkill
2. Stay Clean
3. Capricorn
4. No Class
5. Metropolis
6. Dead Men Tell No Tales
7. Stone Dead Forever
8. Bomber
9. Please Don't Touch - Girlschool, Motörhead
10. Ace of Spades
11. (We Are) The Road Crew
12. Jailbait
13. Motörhead [Live]
14. Iron Fist
15. America
16. (Don't Let 'Em) Grind You Down
17. (Don't Need) Religion
18. Shine
19. I Got Mine
20. Killed by Death

Ramones-Gabba Gabba Hey (Fuck The Grind)

Esse pirata é pra atenteder um pedido da patroa,e como um pedido dela é uma ordem...aí está.
Show dos Ramones no dia 31.12.78,reveillon já com Marky bem firme nas baquetas e em turnê do Road To Ruin.É bem legal também ouvir o Joey dizer feliz ano novo no início da música Do You Wanna Dance!
link roubado do Blog ramones On,funfando
Faixas:
01 - Teenage Lobotomy
02 - Rockaway Beach
03 - I don´t want you
04 - Go mental
05 - Gimme Gimme Shock Treatment
06 - I Wanna Be Sedated
07 - Sth 2 Do
08 - She´s The One
09 - This Ain´t Havana
10 - I´m against it
11 - Sheena Is A Punk Rocker
12 - Havana Affair
13 - Commando
14 - Needles and Pins
15 - I Wanna Be Your Boyfriend
16 - Surfin Bird
17 - Cretin Hop
18 - All the Way
19- Judy is a punk
20 - California Sun
21 - I Don't Wanna Walk Around With You
22 - Today your love, tomorrow the world
23 - I Wanna Dance
24 - Suzy Is A Headbanger
25 - Let´s Dance
26 - Chinese Rock
27 - Beat On The Brat
28 - Happy Family
29 - Bad Brain
30 - I Wanted Everything

Gabba Gabba Metal (2004)

Essa postagem é pra atender um pedido especial...para uma fã do Ramones a minha esposa Silze...esse Cd gravado em 2004 com bandas como Metallica, Children of Bodon,Pearl Jam, Anthrax, Foo fighters e mto mais,é um super tributo aos grandes do punk rock.São versões diferentes dos classicos dos Ramones. Musicas em outros ritmos e arranjos, agradando aos que adoram um bom e velho rock'n roll.Os links eu robei do blog Ramones On,portanto credito a eles...estão funfando em perfeito estado.
faixas:
01. Skid Row - Psycho Therapy
02. Children of Bodom - Somebody Put Something In My Drink
03. Metallica - Commando
04. Kiss - Do You Remember Rock 'N' Roll Radio
05. Powermad - Gimme Gimme Shock Treatment
06. DAD - Havana Affair
07. Overkill - I'm Against it
08. Metallica - Today Your Love Tomorrow The World
09. Vince Neil - I Wanna Be Sedated
10. Therapy - Gimme Gimme Shock Treatment
11. Bangkok Shock - Rock 'N' Roll High School
12. Metallica - We're A Happy Family
13. Rammstein - Pet Semetary
14. Maryslim - I Believe In Miracles
15. Static X - Gimme Gimme Shock Treatment
16. Rob Zombie - Blitzkrieg Bop
17. Metallica - 53rd & 3rd
18. LA Guns - Rock 'N' Roll High School
19. Born of Flames - Do You Wanna Dance
20. Anthrax - We're A Happy Family
21. Junkyard Dogs - I Wanna Be Your Boyfriend
22. Metallica - Cretin Hop
23. Foo Fighters - Danny Says
24. Pearl Jam - The KKK Took My Baby Away
25. The Last Days of Jesus - Pet Sematary
26. Master of Reality - Cretin Hop
27. Metallica - Now I Wanna Sniff Some Glue
28. Soundgarden - I Can't Give You Anything
29. Tool - Commando
30. Shotgun Messiah - 53rd & 3rd

12 de jun de 2008

Black Sabbath -"Smoke On The Water" - Live on Reading Festival 1983


Esse bootleg do Black Sabbath chamado "Smoke on the Water", é de um show no Reading Festival, na Inglaterra em 1983. A razão do nome do boot, como todos podem presumir, é por Ian Gillan, ex-Deep Purple, cantar na banda naquela época.
Falar o que disso? Essa fase do Ian Gillan é fodona, apesar do críticos da época odiarem e descerem a lenha na banda, mas a coisa toda ficou magistral. Só para informação, existe outra versão desse show do Reading, em qualidade soundboard, mas está incompleto e o set-list é o mesmo do famoso "Born in Hell", que tem qualidade melhor.Gravações do Reading Festival, foram liberadas diversas vezes, mas este duplo CD inclui o primeiro show completo...Só não é melhor porque Bill Ward já tinha pedido o boné (de novo), substituído por Bev Bevan, ex-Electric Light Orchestra. Tempos depois, Gillan diria que foi um erro ter entrado para o Black Sabbath, pois a banda não tinha nada a ver com ele. Bem, se todos os erros tivessem resultados tão bons...
Disco 1
01. Supertzar 03:24
02. Children Of The Grave 05:15
03. Hot Line 04:55
04. War Pigs 07:37
05. Born Again 06:22
06. Supernaut incl. Drum Solo 05:26
07. Rock 'N' Roll Doctor 03:19
08. Disturbing The Priest 06:10
09. Keep It Warm 05:52
Disco 2
01. Black Sabbath 07:11
02. The Dark - Zero The Hero incl. Guitar Solo 11:35
03. Digital Bitch 03:31
04. Iron Man 05:32
05. Iron Man - Smoke On The Water 09:10
06. Paranoid 04:23

Deep Purple - 1975 - Days May Come And Days May Go


O Deep Purple dos anos 60/70 era um verdadeiro fenômeno. Alguém pode preferir a formação com Gillan e Glover, a formação com Coverdale e Hughes ou até mesmo a com Nick Simper e Rod Evans, que vai sempre ouvir uma banda de primeiríssima linha, mesmo que os estilos mudassem. De quebra tem até o flerte com o progressivo e o clássico.
Uma prova do quanto a banda era notável é este disco aqui. Lançado em 2000, ele retrata o grupo em estúdio logo depois de sua mudança mais traumática, a saída do fundador Ritchie Blackmore e a entrada do novato Tommy Bolin (1951-1976), em 1975.
São ensaios, versões embrionárias de músicas que entrariam no disco Come Taste The Band e jams! Indispensável para fãs do Purple e de hard rock em geral – e principalmente para quem aprecia ou quer conhecer o gênio que era Tommy Bolin। Pena que, como tantos gênios, jogou fora a carreira e a própria vida na canoa furada das drogas.
Faixas:
1. Owed To "G"
2. If You Love Me Woman
3. The Orange Juice Song
4. I Got Nothing For You
5. Statesboro Blues
6. Dance To The Rock & Roll
7. Drifter (Rehearsal Sequence)
8. Drifter (Version 1)
9. The Last Of The Long Jams
10. I Got You Babe

Deep Purple-The Bootleg Series 1984-2000 -Disco 1 - Highway Stars


ATENÇÃO: esses itens são recomendados apenas àqueles fãs de Deep Purple que têm a curiosidade de vê-los na nascente de seu retorno, ou seja, no ano de 1984, até o ano de 2000।São uma série de postagens de seis bootlegs duplos que, por uma razão ou outra, foram oficializados pela gravadora da banda (talvez), no ano de 2000, sob o título de "The Bootleg Series 1984-2000".Acredito eu que, por tratar-se de itens raros e de grande procura, foram adicionados à box, sem nenhum tipo de alteração, inclusive alguns CD's contém erros de grafia.Resumindo: não há nenhum tratamento sonoro e nem de layout quantos às capas originais, respeitando o lançamento não-oficial original. É provável que tenham tomado essa iniciativa de lançamento pelo simples fato de tratar-se de registros históricos mesmo, afinal de contas, não há até o presente momento, nenhum lançamento oficial, por exemplo, relacionado a turnê de 1984.Caros amigos, de uma foma em geral, esses seis CD's possuem qualidade sonora muito baixa - os três primeiros títulos são horríveis e os três últimos, bom ou muito bom. Sugiro que acompanhem atentamente as resenhas que farei durante essas postagens, para que não se sintam, digamos, enganados pela inevitável atração de baixar um item que não corresponda às suas expectativas imediatas. Sugiro também, àqueles que por ventura façam o download dos albuns com baixa qualidade sonora, que utilizem um bom par de fones de ouvido. Assim, o resultado sonoro é melhor, bem como faço agora, enquanto faço essa resenha e ouço o album em questão...Era 1984 e o Purple estava com muita disposição e boa vontade para recuperar o terreno perdido. Ian Gillan acabara de deixar o Sabbath para juntar-se ao Purple, e se algum "maluco" por aí já ouviu pelo menos um bootleg dessa fase "sabbática", irá dizer que o Silver Voice estava impossível, ou seja, cantando MUITOOOOO!!Não vou ficar aqui, "enrolando o pega", muito pelo contrário, vou "passar a bola pra frente" sem rodeios: esse Highway Stars (gravado na Austrália, em 30 de novembro de 1984, no Memorial Drive) é maravilhoso!!! Ele registra o Purple em seu retorno, com muito veneno e atolado de novas idéias, inclusive Blackmore que reinvetou sua maneira de tocar guitarra, após a fase Rainbow, que lhe fez muito bem.Destaques imediatos paras as versões de Nobody's Home, A Gypsy's Kiss, Under The Gun, Knocking At Your Back Door e Space Truckin', onde os caras fazem uma versão parecida com aquela dos anos 70, reduzida é claro, com direito ao break também idealizado no DVD California Jamming.A qualidade sonora é ruim e o tempo total de duração é de, aproximadamente, 108 minutos. O arquivo contém o encarte/capa originais, e o tracklist é:
CD 1:
1. Highway Star
2. Nobody's Home
3. Strange Kind Of Woman
4. Gypsy's Kiss (correto: A Gypsy's Kiss)
5. Perfect Strangers
6. Under The Gun
7. Knoking At Your Back Door
8. Lazy (drum solo)
CD 2:
1. Child In Time
2. Beethoven
3. Organ Solo
4. Space Truckin'
5. Organ Solo
6. Guitar Solo
7. Space Truckin' (cont.)
8. Black Night
9. Speed King
10. Smoke On The Water

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...