16 de nov de 2011

The Allman Brothers Band - Duane Allman Years

Uma das correntes artísticas mais predominantes na louca década de 60 era aquela que mostrava certos elementos da natureza dentro de um conceito psicodélico, como o tradicional sinal de paz e amor, estrelas, pequenas criaturas e... cogumelos. Tanta lisergia acabou se misturando com o lamento do blues já devidamente eletrificado pelos ingleses e produziu uma das maiores lendas musicais de todos os tempos.

Há 38 anos, os irmãos Duane e Gregg Allman fundaram o The Allman Brothers Band. Seus integrantes foram os arquitetos daquilo que posteriormente ficou conhecido como southern rock ou rock sulista, influenciando todo o planeta na primeira metade dos anos 70 . Sua devoção ao blues sempre foi inquestionável. Algumas versões elaboradas pela banda Statesboro Blues, Stormy Monday e Crossroads, só para citar as mais famosas muitas vezes superaram as canções originais no que se refere à entrega da alma.


Seu sentido de improvisação, que jamais soou auto-indulgente, se tornou lendário a versão ao vivo de Whipping Post’, com 22 minutos, ainda é considerado um marco dentro da história da espontaneidade guitarrística mundial. Uma história de triunfos, tragédias, arrependimentos, redenções, brigas, drogas alucinógenas e renascimentos.

Uma lenda chamada Duane


Desde o momento em que subiu em um palco,Duane Allman revelou traços do seu carisma e sua enorme sensibilidade.
Com extraordinário senso de dinâmica e um inacreditável carisma,ele eletrizava quem quer que estivesse na platéia.

Howard Duane Allman nasceu em Nashville em 1946,enquanto seu irmão Gregg Lenoir Allman,nasceu um ano depois.
Os dois começaram tocando juntos em pequenos bailes da re gião de Daytona Beach com um grupinho chamado The Escorts,que fazia apenas uma mistura de Beatles e Stones em seus primórdios.Quando trocaram de nome-passaram a se chamar Allman Joys,a dupla abraçou como maior influencia o blues britanico e chegou a gravar um compacto contendo uma versão muito tosca de "Spoonful" de Willie Dixon.




ouça aquí

http://www.mbrowni.com/Sounds/Spoonful.mp3

saiba mais

http://nitro-retro.blogspot.com/2008/11/allman-joys.html

Quando se mudaram com a família para Los Angeles em 65,Duane e Gregg entraram no Hourglass,um grupo que tendia mais para o soul e que havia sido contratado da Liberty Records por indicação do pessoal do grupo Nitty Gritty Band.


A banda chegou a gravar dois discos Hour Glass e Power of Love.

Este disco aqui postado é uma espécie de coletânea dos dois discos. 


Hour Glass e Power of Love (1968)




Track list:
01- Power of Love (Spooner Oldham-Dan Penn) - 2:50
02- Changing of the Guard - 2:33
03- To Things Before - 2:33
04- I'm Not Afraid - 2:41
05- I Can Stand Alone - 2:13
06- Down in Texas (Marlon Greene-Eddie Hinton) - 3:07
07- I Still Want Your Love - 2:20
08- Home for the Summer (Marlon Greene-Eddie Hinton) - 2:44
09- I'm Hanging Up My Heart For You (John Berry-Don Covay) - 3:09
10- Going Nowhere - 2:43
11- Norwegian Wood (This Bird Has Flown) (John Lennon-Paul McCartney) - 2:59
12- Now Is The Time - 3:59
13- Down in Texas (alternate version) (Marlon Greene-Eddie Hinton) - 2:21
14- It's Not My Cross to Bear - 3:36
15- Southbound - 3:41
16- God Rest His Soul (Steve Alaimo) - 4:02
17- February 3rd (Composer Unknown) - 2:56
18- Apollo 8 (Composer Unknown) - 2:37

19- Home for the Summer
20- I'm Hanging Up My Heart for You
21- Going Nowhere
22- Norwigian Wood
23- Now is th Time


Line-up:

Duane Allman - guitar, vocals
Gregg Allman - organ, electric piano, piano, vocals
Paul Hornsby - keyboards, guitar, vocals
Mabron McKinley - bass
Jesse Willard Carr - bass, vocals
Peter Carr - bass
Johnny Sandlin - drums


Parte 1
Parte 2
Opcional



The Hour Glass pode ser considerado o embrião de uma das melhores bandas de rock de todos os tempos: The Allman Brothers Band. Este é o segundo e último álbum da banda com este nome e foi lançado em março de 1968 pela Liberty Records e ainda tinha muita influência do dono da gravadora e produtor Dallas Smith, que queria centrar o conjunto na voz de Gregg, contrariando o pensamento de Duane que preferia uma tocada mais ao estilo jazz/blues de arranjos e solos privilegiando o conjunto como um todo.
Após a mudança de nome e com mais esperiência sabemos quem levou a melhor...

Decepcionado com a nula repercussão desses trabalhos e com o fato da gravadora ter rejeitado a proposta de fazer um terceiro disco,Duane voltou para Flórida e passou a trampar de session man no Fame studios,em Music Shoals(Alabama),além de tocar com o baterista do grupo 31st of February,Butch Trucks. Em certas ocasiões,ambos começaram a fazer algumas jams com o grupo Second Coming,liderado pelo guitarrista Dickey Betts e do qual também fazia parte o baixista Berry Oakley.
De vez em quando,aparecia outro baterista,Jai Johanny Johanson,apelidado de "Jaimoe".
O embrião do Allman Brothers estava se formando.

The 31st Of February September 1968 Sessions


Duane Allman - Guitar
Gregg Allman - Piano, Lead Vocals
with:
Scott Boyer - Acoustic Guitar, Vocals
David Brown - Bass
Butch Trucks - Drums


Lado A:
1. Morning Dew (3:45)
2. God Rest His Soul (3:55)
3. Nobody Knows You When You're Down And Out (4:32)
4. Come Down And Get Me (3:40)
5. Melissa (3:15)

Lado B:
1. I'll Change For You (2:57)
2. Back Down Home With You (2:25)
3. Well I Know Too Well (2:15)
4. In The Morning When I'm Real (2:40)


http://rapidshare.com/files/96357351/DGA001.rar

link do blog lowcostmusic


The Second Coming
Dickey Betts (Duane Allman) - guitar, vocals
Dale Betts (Gregg Allman) - keyboards, vocals
Reese Wymans - organ
Berry Oakley - bass
John Meeks - drums


A reputação de Duane estava crescendo vertiginosamente. Logo ele passou a gravar com Wilson Pickett (partiu de Duane a sugestão para que o soulman gravasse "Hey Jude",dos Beatles),Aretha Franklin e King Curtis(o célebre descobridor de Jimi Hendrix).



Mas o que Duane realmente adorava era fazer jams com seus amigos.Foi em uma delas -que durou exatamente 5 horas ininterruptas- que seus participantes decidiram que era hora de unir esforços.Feito isso,Duane não teve duvidas:ligou para Gregg,que ainda estava em Los Angeles,e chamou-o para o grupo.

Estava formada a Allman Brothers Band.

Em pouco tempo,o grupo já tinha empresário,o esperto agiota chamado Phil Walden,ex-empresário de Otis Redding e dono de uma recem formada gravadora, a Capricorn que convenceu o grupo a sair da pequena Jacksonville e ir pra Macon,na Georgia.
Walden queria que sua gravadora se especializasse em bandas de rock,principalmente depois que um dos seus diretores,Jerry Wexler,que havia sido vice-presidente da poderosa Atlantics,viu um dos ensaios do grupo.

O primeiro disco batizado com o nome do grupo,saiu em novembro de 69 e recebeu excelentes críticas,mas vendeu muito pouco -não mais de 50 mil cópias em sua primeira tiragem.Isso fez com que a banda saísse em turne pelo país pra divulgar o disco.
A iniciativa deu certo,visto que a receptividade do público nos shows alavancou as vendas do disco.


The Allman Brothers Band

01 - Don't Want You No More
02 - It's Not My Cross To Bear
03 - Black Hearted Woman
04 - Trouble No More
05 - Every Hungry Woman
06 - Dreams
07 - Whipping Post

http://sharebee.com/06d231f4

SENHA PASSWORD: bigze

No ano seguinte,já tendo consolidado uma grande reputação como uma das melhores bandas americanas daquela época,o Allman Brothers,lançou em setembro,seu segundo álbum,Idlewild South,produzido por Tom Dowd (que já havia trampado com o Cream e que mais tarde produziria o Doobie Brothers e o Van Halen),que serviu de passaporte para que o grupo tocasse no famoso festival da ilha Wight,ao lado de Jimi Hendrix e The Who.

Idlewild South
1. Revival 4:05
2. Don't Keep Me Wonderin' 3:30
3. Midnight Rider 2:59
4. In Memory Of Elizabeth Reed 6:58
5. Hoochie Coochie Man 4:58
6. Please Call Home 4:03
7. Leave My Blues At Home 4:17

http://sharebee.com/aee39533

SENHA PASSWORD: bigze


Bill Graham era o grande promotor de shows nos Estados Unidos, proprietário de das mitológicas casas Fillmore East e Fillmore West.

Apesar de ser um cara experiente já estava carecade agendar shows com Jimi Hendrix, Cream e outros astros luminares -, ele ficou absolutamente abismado quando assistiu à uma apresentação dos Allman Brothers. Era simplesmente inacreditável assisti-los, relembrou o veterano manager em uma de suas últimas entrevistas antes de morrer. Havia algo de mágico no som que faziam. As pessoas pediam um bis atrás do outro, e eles iam emendando os temas.

Houve uma ocasião, no Fillmore East, em que eles estavam abrindo os shows do Canned Heat. A platéia ficou tão enlouquecida com Duane e seus amigos que os caras só conseguiram sair do palco às três e meia da manhã! Quando os caras do Canned Heat vieram reclamar comigo, eu disse que então deveriam entrar no palco e explicar para a platéia que era a hora deles tocarem. Ninguém falou mais nada.
Uma dessas apresentações, realizada em março de 71, acabou virando o álbum duplo, Live At Fillmore East, o primeiro a ganhar Disco de Ouro.

Live At Fillmore East

Disco 1
1. Statesboro Blues
2. Trouble No More
3. Don't Keep Me Wonderin'
4. Done Somebody Wrong
5. Stormy Monday
6. One Way Out
7. In Memory Of Elizabeth Reed
8. You Don't Love Me
9. Midnight Rider


Disco 2
1. Hot 'Lanta
2. Whipping Post
3. Mountain Jam
4. Drunken Hearted Boy


http://sharebee.com/eba31cfd
http://sharebee.com/93185b30
http://sharebee.com/7da7b045
http://sharebee.com/7da7b045





1970-The Allman Brothers Band Live At Ludlow Garage

Disco 1
1 Dreams - 10:15
2 Statesboro Blues - 8:09
3 Trouble No More - 4:13
4 Dimples - 5:00
5 Every Hungry Woman - 4:28
6 I'm Gonna Move to the Outskirts of Town - 9:22
7 (I'm Your) Hoochie Coochie Man - 5:23

Disco 2
1 Mountain Jam [Theme from First There Is a Mountain] - 44:00

http://sharebee.com/b0b13287
http://sharebee.com/3bd2277f
http://sharebee.com/d297d01c


SENHA PASSWORD: bigze

1970 - With or Without You

1) One More Ride
2) Home Jam
3) Little Martha
4) Statesboro Blues
5) In Memory of Elizabeth Reed
6) Midnight Rider
7) Hoochie Coochie Man
8) One More Ride
9) Allman Jam
10) Instrumental Jam
11) Trouble No More
12) Don't Keep Me Wondering
13) You Don't Love Me
14) Terraplane Blues / Come on in my Kitchen / Jesus Make Up My Dying Bed

http://sharebee.com/221fb49c

SENHA PASSWORD: bigze

VOCE SABIA QUE...

...os caras adoravam passear,nos finais de tarde,pelas alamedas do cemiterio rose Hill,local que serviu de fonte de inpiração para algumas das mais celebres composições da banda?

Que "In Memorry of Elizabeth Reed" - uma espécie de tributo a Miles Davis_ foi assim batizada depois que Betts viu o nome escrito em uma lápide e que a estátua de uma pequena garota em uma sepultura originou "Little Martha"?

...as guitarras favoritas de Duane eram duas gibson Les Paul '57,uma delas comprada de Christopher Cross(sim,aquele mesmo de "Ride like the wind");outra vendida por Billy Gibbons,do ZZ Top)?

...que Duane adorava usar um fuzz box com as baterias quase que totalmente descarregadas,pra dar um som bastante caracteristico?



A primeira de muitas Tragedias

A banda vivia um momento de euforia.
Todo mundo estava entusiasmado com as canções que estavam sendo gravadas em um estudio em Macon para o disco seguinte,que deveria se chamar [i]The Kind They Grow in the South.[/i]
Duane tinha realizado um dos seus maiores sonhos que era gravar com seu ídolo Eric Clapton,no álbum Layla and other assorted love songs, do grupo Derek and the Dominos-ele chegou a recusar educadamente um convite de clapton para que integrasse sua banda,preferindo continuar com os Allman Bros.

Um caso:
Quando Eric Clapton estava encalhado em uma introdução para as gravações do álbum Layla. Duane foi para uma outra sala e retornou pouco tempo depois com um presente para seu amigo: o riff de abertura da faixa-título.

Aquelas sete notas ajudaram Allman a assegurar um lugar permanente na história do rock (sua parte de slide na música também não prejudicou em nada!)



Mas de repente tudo chegou a ficar meio esquisito.Além de compartilhar o mesmo amor pelas guitarras e pelo blues,Duane e Clapton tambem se tornaram parceiros na heroína.Embora isso não afetasse sua performance no palco,Duane passou a ficar "chapadão"grande parte do tempo,algo que foi encarado pelos seus companheiros de banda como algo normal,visto que todos,já naquela época eram fissurados por maconha e cogumelos alucinógenos.

Gregg em uma bad trip,chegou a ameaçar os caras com uma arma,culminando em dar um tiro no próprio pé.
No meio de uma turne pelo Alabama,uma barreira policial brecou o onibus na estrada.Percebendo que o comportamento dos musicos beirava p errático,os tiras fizeram uma varredura pelo veiculo."Encontramos maconha e heroina suficiente pra dopar um bairro inteiro" disse o policial David Moltenhorp,um dos presentes na operação
Resultado,a banda inteira menos Jaimoe,que não se envolveu com drogas,foi parar na cadeia,acusada de porte de substancias ilícitas.

Só que aquilo não passava de um momento pra desfrutar o sucesso,transformou-se em tragédia.Até hoje pouca gente adimite,mas é muito provável que,em 29 de outubro de 71,Duane tenha saido da festa de aniversário de Linda Oakley (mulher de Berry),vendo elefantes azuis.
Foi qdo ao tentar desviar de um caminhão que cruzou seu caminho,o guitarrista perdeu o controle de sua moto e caiu,não sem antes receber todo o peso da máquina em seu crpo.
Levado em coma para um hospital,Duane morreu 2 horas depois,na mesa de operação aos 24 anos.




O desespero de todos aqueles que conheciam o guitarrista é até hoje doloroso pra quem testemunhou o que se segui.
Apesar da dor a banda resolveu continuar,sem acrescentar mais um guitarrista,já que consideravam Duane insubstituível.Foi qdo Dick betts passou a fazer todas as partes de guitarra inclusive os slides.
Duane se tornou um dos guitarristas mais impressionantes de todos os tempos,fonte de inspiração para todos aqueles que adoram o Southern rock.
Seu estilo,até hoje,é um amálgama peculiaríssimo de country,jazz,blues e rock.

Uma frase
"Há muitas formas diferentes de comunicação, mas a música é, sem dúvida, a mais pura de todas. Não se pode ferir ninguém com ela. Você pode até ofender alguém com determinadas canções, mas para isto é necessário que algo seja dito - impossível um instrumental magoar alguém de alguma forma. Por isso eu digo: música é uma graça divina".


O disco duplo Eat a Peach,lançado em fevereiro de 72,trouxe as musicas nas quais Duane havia trampado,ao lado de faixas gravadas ao vivo nas temporadas em Fillmore East.
O disco foi assim batizado por causa de uma frase que ele disse a revista Rolling Stone,quando perguntado o que faria pela revolução.
"Não há revolução,mas sim uma evolução.Por isso toda vez que estou na georgia como uma pêra pela paz",fazendo um trocadilho com a frase "I eat a peach for peace".

1972 Duane's Studio Sessions
Faixas:
01 Hey Jude - Wilson Pickett
02 Road Of Love - Clarence Carter
03 The Weight - Aretha Franklin
04 Games People Play - King Curtis
05 Shake For Me - John Hammond
06 Loan Me A Dime - Boz Scaggs
07 Rollin' Stone - Johnny Jenkins
08 It Ain't Fair - Aretha Franklin
09 The Weight - King Curtis
10 You Reap What You Sow - Otis Rush
11 Matchbox - Ronnie Hawkins
12 Stuff You Gotta Watch - Arthur Conley
13 Dirty Old Man - Lulu
14 Push, Push - Herbie Mann

http://sharebee.com/51303c6a
http://sharebee.com/4cb42906

SENHA PASSWORD: bigze

1972 Eat A Peach
Faixas:
"Ain't Wastin' Time No More" (Gregg Allman)
"Les Brers in A Minor" (Dickey Betts)
"Melissa" (Gregg Allman/Sandy Alaimo)
"Mountain Jam" (Donovan Leitch/Duane Allman/Gregg Allman/Dickey Betts/Jai Johanny Johansen/Berry Oakley/Butch Trucks)
"One Way Out" (Marshall Sehorn/Elmore James)
"Trouble No More" (McKinley Morganfield)
"Stand Back" (Gregg Allman/Berry Oakley)
"Blue Sky" (Dickey Betts)
"Little Martha" (Duane Allman)

http://sharebee.com/f7551740
http://sharebee.com/04d662a6


SENHA PASSWORD: bigze

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...