16 de abr de 2009

Scorpions - Tokyo Tapes (1978)


Em seus cinco primeiros álbuns de estúdio, muito do reconhecimento que o conjunto havia conseguido até então era creditado em grande parte ao criativo guitarrista Ulrich Roth, que não negava suas influências de Jimmy Hendrix e aquela sua faceta mística típica do final dos anos 60. Porém, na verdade, o time todo era excelente, contando ainda com o vocalista baixinho Klaus Meine, o outro guitarrista Rudolf Schenker, Francis Buchholz no contrabaixo e Herman (meu xará) Rarebell nas baquetas.

Chegam 1978 e o Scorpions se prepara para sua primeira excursão ao Japão, que era uma nação onde a banda tinha legiões de fãs. Rodaram o país por uma semana divulgando o álbum “Taken By Force” e nos dias 24 e 27 de abril se apresentaram no Sun Plaza Hall, na cidade de Tóquio, registrando as canções que viriam fazer parte de seu primeiro disco ao vivo chamado “Tokio Tapes”, produzido por Dieter Dierks.

Aqui o ritmo das canções é bem mais veloz que as versões de estúdio, mostrando claramente que o habitat natural do Scorpions realmente é o palco, fato comprovado pela admiração dos amantes de discos ao vivo, que consideram “Tokio Tapes” outro dos grandes registros deste período. Muitos de seus clássicos estão presentes, em especial faixas do álbum Virgin Killer, além de uma boa seleção de músicas de seus outros trabalhos. O hino “Steam Rock Fever” é um dos grandes destaques, além de um bom solo de bateria na “Top Of The Bill”. "He's A Woman, She's A Man", "Polar Nights" (cantada por Ulrich Roth) e "In Trance” mostram as melhores guitarras da banda nos anos 70.


“Tokio Tapes” veio a consolidar ainda mais a grande fase que o Scorpions estava vivendo, porém, internamente nem tudo ia bem. Já no álbum “Virgin Killer”, Ulrich Roth vinha mostrando sinais de descontentamento com o direcionamento musical que seus companheiros queriam seguir, soando mais melódico e refinado. Na verdade, o conjunto alemão estava modificando sua música visando o distante e forte mercado norte americano. E confirmada esta decisão, Ulrich resolve por fim deixar o Scorpions e montar o “Eletric Sun” que, mesmo com o grande talento deste guitarrista, tem uma trajetória despercebida das grandes massas.


Com seu próximo álbum “Lovedrive”, o Scorpions começa a reorientar sua música e atinge seu objetivo, se tornando uma das maiores bandas de hard rock dos anos 80 a nível mundial, mas isso já é outra história... O importante aqui é que “Tokio Tapes” é o último disco do Scorpions que contou com a presença de Ulrich Roth, considerado um dos maiores nomes em se tratando de guitarristas alemães, marcando também um fim de uma bem sucedida primeira fase da longa carreira da banda.


Mas nem tudo parecia estar bem com a banda, que até aquele ano contaria com o talento indiscutível de um dos mais brilhantes guitarristas do mundo, Ulrich Roth, hoje mais conhecido por Uli Jon Roth. Já em "Virgin Killer" lançado em 76, o Scorpions dava sinais de mudanças, praticando um Heavy mais acessível, deixando de lado coisas mais místicas, com fortes influências no psicodelismo do final dos anos 60 e da guitarra mágica de Jimi Hendrix, influências essas captadas por Roth que não concordava com o novo direcionamento musical do Scorpions. De certa forma, "Tókio Tapes", marcou o fim de uma etapa na carreira da banda, que deixou muita saudade.


Ao vivo, o Scorpions jamais soaria igual, e a saída de Ulrich Roth foi um golpe quase fatal para o futuro da banda. Como capítulo final dessa fase, "Tókio Tapes" pode ser facilmente incluído como um dos mais brilhantes registros ao vivo do Heavy Metal, onde a guitarra de Roth, alavancada pela a energia e o peso do restante da banda , faziam do Scopions uma avalanche de Metal que se consolidava ainda mais como o primeiro nome do Heavy Alemão.
Faixas:

1.All Night Long
2.Pictured Life
3.Back Stage Queen
4.In Trance
5.We'll Burn the Sky
6.Suspender Love
7.In Search Of the Peace Of Mind
8.Fly To the Rainbow
9.He's A Woman She's A Man
10. Speedy's Coming
11. Top Of the Bill
12. Hound Dog
13. Long Tall Sally
14. Steamrock Fever
15. Dark Lady
16. Kojo No Tsuki
17. Robot Man

http://www.mediafire.com/?h17ga8591f498px


senha:muro

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...